Papel do ouvidor

Papel da ouvidoria

O Ouvidor se reporta diretamente ao Comodoro para fins administrativos e necessita de todo o respaldo de conselheiros e diretores para atuar com autonomia e independência, devendo concentrar sua atenção no atendimento ao sócio, tendo sempre presente que seu papel não é o de fazer críticas ou julgamentos preconcebidos. Deverá estabelecer uma parceria interna em prol da qualidade, em busca da eficiência e da austeridade administrativa, agilizando as informações e facilitando ao máximo o acesso dos sócios à ouvidoria, encaminhando as questões para as áreas que devem solucioná-las, acompanhando sua tramitação até uma resposta conclusiva. Não decide sobre os procedimentos que serão adotados e não tem poderes administrativos de coerção ou de determinação para a execução das tarefas, cabendo-lhe apenas sugerir as soluções requeridas. Participa das reuniões de diretoria como ouvinte, esclarecendo as questões suscitadas e propondo modificações nos procedimentos para a melhoria da qualidade, resguardando o sigilo das informações e sendo-lhe vedado o direito a voto. Participa das reuniões com funcionários, concessionários ou fornecedores quando o assunto tem intrínseca relação com alguma demanda dirigida à Ouvidoria, ou nos casos em que seja necessária a mediação de conflitos ou conciliação de interesses.